Sobre o Projeto

O nosso apoio à comunidade é fundamental!

Nuno Miguel Guerra

Enquanto comunidade, sabemos bem quão essencial é o papel dos profissionais que trabalham no dia-a-dia dos lares, residências e demais instituições, pois são eles que estão lá, todos os dias, a cuidar daqueles que nos são mais queridos, de quem guardamos as melhores memórias e para quem queremos o melhor neste momento particularmente desafiante. Contando com o enorme empenho dos profissionais em garantir o bem-estar e a segurança dos utentes, decidimos mostrar a nossa gratidão, desenvolvendo a App Estamos Mais Próximo para os ajudar na deteção precoce de casos de infeção respiratória, permitindo assim salvaguardar equipas e utentes

Nuno Miguel Guerra CEO da Create IT

No âmbito do apoio à comunidade, e para fazer face à Pandemia do Covid-19, foi desenvolvido na Create IT um projeto que se iniciou no Distrito de Évora, articulado com as entidades regionais (Segurança Social Distrital, Hospital do Espírito Santo de Évora, Misericórdias, IPSS’s e Entidades Cooperativas), para monitorizar os utentes dos Lares, Residências e outras Instituições de todo o distrito.

A App Estamos Mais Próximo permitiu reunir os critérios necessários tanto para o pré-despiste quanto para o acompanhamento da evolução da COVID-19 nos utentes mais vulneráveis ao vírus, que precisavam de diagnóstico e acompanhamento mais próximo: os nossos idosos.

Baseada nas indicações clínicas fornecidas pelo Serviço de Especialidades Médicas e Direção Clinica do Hospital do Espirito Santo de Évora, a aplicação Estamos Mais Próximo teve por objetivo facilitar o trabalho dos profissionais e cuidadores que acompanhavam os utentes, que muito fizeram pelos que nos são mais queridos, permitindo coligir os dados, em diversas escalas, dos seguintes sintomas: Tosse, Febre, Oxigenação, DPOC, Dor de Garganta e Dores de cabeça e/ou musculares.

Em função dos sintomas a aplicação Estamos Mais Próximo classifica o utente quanto ao risco associado ao seu estado de saúde, recomendando o nível de cuidados adequado, e guarda também o histórico dos dados para acompanhar a evolução do utente.

Com esta monitorização foi possível uma deteção precoce dos casos de infeção respiratória, nomeadamente pela aferição frequente da oxigenação do utente, identificando problemas respiratórios mesmo antes da apresentação de sintomas mais graves o que permite aos profissionais e cuidadores antecipar também as ações a tomar.

O projeto extendeu-se de abril de 2020 a março de 2021 quando deixou de ser necessário devido a vacinação dos idosos contra a COVID-19. Contudo a aplicação continua disponível para outras necessidades de monitorização, nomeadamente de problemas respiratórios. Caso tenha interesse em utilizá-la ou precise de mais informações nos contacte AQUI.

Como está configurada a aplicação:

  • Portal de Administração:

    Serve para criar Lares, Residências e outras instituições e também para criar o perfil de utilizador dos profissionais a estas associados. Somente utilizadores com perfil de Administrador conseguem aceder a esta área.
  • Portal Instituição:

    Permite a criação de utilizadores para os utentes por parte dos profissionais de cada instituição. Para acompanhamento, permite ter uma visão agregada da situação na instituição e monitorizar qual o nível de cuidados a prestar a cada utente. A aplicação Estamos Mais Próximo permite ainda consultar detalhes de cada utente e de todos os seus registos apresentando também gráficos de evolução da situação do utente. Somente utilizadores com o perfil Profissional conseguem aceder a essa área. Cada profissional pode registar-se diretamente na aplicação ou solicitar o registo a um Administrador.
  • Portal Utentes:

    Com o utilizador pré-criado, o utente ou respetivo cuidador deve aceder ao portal para se registar e receber o link de ativação no email. Com isso passa a ter acesso aos seus registos e poderá incluir novas informações sobre temperatura corporal, dores no corpo, tosse, nível de saturação sanguínea, medicação tomada desde o último registo, etc.

Que esse nosso contributo tenha levado mais conforto e cuidados aos que mais precisaram: os nossos idosos.